DERMATITE SEBORRÉICA: Seborréia ou Caspa

Até 30% dos adultos apresentam dermatite seborréica, sendo mais comum em homens do que em mulheres.

O que é a dermatite seborréica?

Também chamada de eczema seborréico, a dermatite seborréica é uma inflamação na pele que ocorre mais frequentemente em adultos jovens, mas pode ocorrer em qualquer idade.

Afeta as regiões seborréicas do corpo, como a zona T da face e o couro cabeludo, como veremos no próximo tópico.

Alguns bebês, ao nascimento, apresentamuma condição semelhante, que geralmente desaparece dentro de poucos meses.

O que é seborréia?

“Dermatite” é um termo genérico que significa inflamação da pele e “seborréica” significa que afeta as regiões do corpo onde existem as glândulas sebáceas.

As glândulas sebáceas produzem uma secreção gordurosa, o sebo, que forma uma película protetora que lubrifica a pele e os pêlos.

As glândulas sebáceas estão distribuídas por toda a superfície do corpo, exceto nas palmas das mãos e nas plantas dos pés. Algumas regiões apresentam maior concentração destas glândulas e, por isso, apresentam maior quantidade de sebo e estão mais propensas a ter dermatite seborréica. Estas regiões são:

  • couro cabeludodermatite seborreica regiões afetadas
  • orelhas
  • zona T da face (sobrancelhas, nariz e área adjacente ao nariz)
  • área da barba (em homens)
  • tórax anterior
  • axilas
  • virilhas
  • região interglútea

Qual a causa da dermatite seborréica?

A causa exata da dermatite seborréica não é conhecida.

A dermatite seborréica não é uma infecção da pele e, portanto, não é contagiosa.

Supõe-se que um fungo chamado Malassezia pode estar envolvido. Este fungo vive no sebo da pele humana na maioria dos adultos sem fazer mal, ou seja está em equlíbrio na pele. Mas, em algumas pessoas, ocorre um desequilíbrio e pode haver inflamação.

A Malassezia também é causadora de uma micose chamada piritíase versicolor (também conhecida por “pano branco” ou “micose de praia”). Leia sobre esta e outras micoses de pele clicando aqui.

As pessoas que têm problemas no sistema imunológico são mais propensas a desenvolver a dermatite seborréica.

Além disso, há um desencadeamento ou piora da dermatite seborréica com o estresse emocional.

Também no inverno ocorrem mais caso. E agentes, como a água quente ou o vento frio, podem também desencadear ou piorar a dermatite seborréica.

Quais são os sinais e sintomas da dermatite seborréica?

Como já dito, as áreas do corpo que tendem a ser afetadas são aqueles em que existem mais glândulas sebáceas.

A dermatite seborréica é crônica e costuma apresentar-se em crises de tempos em tempos.

Nos casos leves, uma descamação, que todos conhecemos como “caspa”, pode ser tudo o que ocorre. Esta descamação geralmente é acompanhada de coceira e, às vezes de um leve eritema (vermelhidão).

dermatite seborreicaSe a condição piora, uma infamação mais significativa se desenvolve e a área afetada apresenta maior eritema e aumento da descamação. Podem haver também placas eritematosas redondas ou ovais com descamação. A coceira aumenta.

Em alguns casos, crostas amarelas também cobrem as lesões.

Quando a situação está muito grave, a dermatite seborréica pode não ficar restrita à zona T da face e afetar todo o rosto.

Como é feito o diagnóstico?

Na maioria dos casos, não é necessário nenhum exame e a dermatite seborréica é diagnosticada pelo quadro típico.

Somente em quadros não típicos que o médico solicitará um exame, provavelmente uma biópsia de pele.

Qual o tratamento da dermatite seborréica ?

Xampus

O tratamento é feito com xampus geralmente compostos por uma destas substâncias: ácido salicílico, cetoconazol, piritionato de zinco e ciclopirox olamina.

O médico também poderá prescrever xampu com LCD (Liquor Carbonis Detergens), feito em farmácia de manipulação, já não existe mais comercialmente.

A pessoa deve lavar o couro cabeludo e as áreas afetadas no corpo, deixando agir por 3 a 5 minutos antes de enxaguar. No início, deve ser usado todos os dias e, depois, conforme o necessário.

Também é interessante não ter apenas um xampu, pois a tendência é acostumar e não funcionar mais. Recomendamos ter, pelo menos, três xampus diferentes e mudar a cada lavada.

Sabão de coco pode ser útil em casos e leves e também pode entrar na fila de revezamento dos xampus.

Como geralmente estes xampus não fazem muita espuma, uma dica é lavar antes com um xampu comum (ou de preferência um xampu infantil por ser neutro), enxaguar e depois lavar com o xampu para caspa.

Cremes

Um creme antifúngico, como cetoconazol, por exemplo, costuma ser muito eficaz tratar as áreas afetadas no corpo, principalmente a face.

Deve-se aplicar o creme nestas áreas afetadas uma ou duas vezes por dia.

Pomada com pimecrolimus ou tacrolimus podem ser usados, mas a eficácia destes não justifica o preço elevado.

Cremes a base de corticóide nunca devem ser usados por conta própria, pois, apesar de melhorarem as lesões, tornam a pele dependente do uso destes, não obtendo mais o bom resultado do início, e desenvolvem atrofia na pele.

Considerando o estresse emocional como um causador, reduzir o nível de estresse ajuda na melhora dos sintomas.

Como prevenir a dermatite seborréica?

Para as pessoas que frequentemente apresentam dermatite seborréica, o uso a cada 1 a 2 semanas de um xampu para caspa e de um creme antifúngico nas regiões que contuma ter o problema, pode ser eficar na redução das crises de dermatite seborréica.

E, claro, reduzir o nível de estresse emocional.

Referências