GRAVIDEZ: 9 Sinais e Sintomas Precoces

A menstruação ainda não atrasou, mas algo parece diferente. Quais os sinais e sintomas precoces de uma gravidez?

Algumas mulheres notam alterações no seu nível de energia, humor, ou diferença nas suas mamas.

Outros sinais podem aparecer de surpresa, como desmaios, alterações no olfato, ou mais visitas ao banheiro.

Os hormônios estão alterados e isto pode ser percebido mesmo antes de o teste de gravidez estar positivo.

Vamos aos 9 sinais e sintomas precoces de gravidez:

1. Alterações nas mamas

Alterações nas mamas na gravidez

Alterações nas mamas

Um dos primeiros sinais são as alterações nas mamas que muitas vezes ficam doloridas e aumentam de volume.

A sensação é que elas ficam mais cheias e mais pesadas. A mulher pode até notar a área em torno do mamilo ficando maior e mais escura.

A maioria dos sintomas precoces de gravidez, incluindo mamas sensíveis, estão relacionados com o aumento dos níveis do hormônio progesterona.

Outra razão para o aumento de volume das mamas é que o corpo retém mais água durante a gravidez, o que as mamas também fiquem inchadas.

É importante dar suporte ao colágeno das mamas com um sutiã bem reforçado.

2. Fadiga

Se mulher sente um cansaço que antes não sentia, é a progesterona extra no início da gravidez que está fazendo isso.

No segundo trimestre, esse cansaço melhora um pouco, mas descansar ainda é a melhor solução.

3. Mudanças de humor

Alterações hormonais e mudanças de humor andam sempre juntas!

Com a gravidez, o lado emocional vence a briga com racional.

Fadiga e fome podem piorar as mudanças de humor, por isso a mulher deve descansar e comer pequenos lanches ao longo do dia.

Depois de 14 a 16 semanas, com a progressão da gestação, o humor pode ficar menos instável.

4. Tontura

Algumas mulheres apresentam tontura no início da gravidez. Algumas até têm desmaios. Geralmente a gestante tem a pressão arterial baixa o que ajuda a piorar a tontura.

De qualquer forma, diversos problemas podem causar vertigem como hipoglicemia (nível baixo de açúcar no sangue), por exemplo.

Para muitas mulheres, essas tonturas melhoram após o primeiro trimestre.

5. Náuseas e vômitos

Náuseas podem aparecer logo no início (entre a quarta e sexta semana), enquanto náuseas seguidas de vômitos geralmente não costumam aparecer até 7 a 9 semanas: são os enjoos matinais da gravidez

Fazer refeições pequenas e frequentes, ricas em proteínas pode ajudar a controlar esses sintomas.

Também é importante manter uma boa hidratação.

Suco de frutas diluído, chá de gengibre, ou um chá com folha de framboesa também são boas opções. Chá de hortelã pode ajudar com as náuseas, mas pode dar azia, outro sintoma comum da gravidez.

Um lanche antes de dormir, como um pequeno pedaço de queijo e algumas nozes, pode ajudar a estabilizar o açúcar no sangue durante a noite para que a gestante não acorde sentindo-se fraca.

Náusea geralmente desaparece por volta da décima segunda semana de gestação, embora, em algumas pessoas, possa durar até 16 a 20 semanas.

Raramente dura toda a gestação, caso que deve ser acompanhado pelo médico assistente para evitar desidratação, perda de peso e desnutrição.

Leia mais sobre os enjoos matinais da gravidez neste artigo.

6. Rejeição a alimentos e odores específicos

De repente alimentos antes gostosos ou, no mínimo, indiferentes ao gosto, tornam-se insuportáveis, repugnantes.

Também um super olfato pode ser um de primeiros sinais de gravidez. Odores antes bem tolerados passam a ser absolutamente insuportáveis.

Outras mulheres desenvolvem paladares estranhos, até engraçados.

7. Fazer xixi frequentemente

Com a retenção de líquidos, os rins têm de processar mais urina durante a gravidez. Além disso, o útero vai ficando maior e faz pressão na bexiga.

Essas duas situações juntas aumentam a necessidade de ir ao banheiro.

Embora seja inconveniente ter que ir ao banheiro o tempo todo, não é indicado que a mulher ingira menos líquidos, pois a hidratação é muito importante.

8. Cólicas

Cólicas leves e até mesmo um pouco de sangramento, como se fosse a menstruação começando um pouco mais cedo, podem ser sinais de que o óvulo fertilizado está sendo implantado no útero.

Este sangramento pode continuar até a sexta ou sétima semana.

9. Menstruação ausente

Este sinal é o mais conhecido e sugestivo da gravidez: a ausência de menstruação.

A menstruação acontece quando a parede interna do útero (endométrio) sangra após preparar-se para uma gravidez que não aconteceu.

Se a mulher fica grávida, não há porquê haver sangramento da parede interna do útero, portanto, não há menstruação.

Saiba mais sobre a falta da menstruação.

Entenda sobre ciclo menstrual e menstruação.

Sinais de gravidez

Considerações

As mulheres são diferentes e nem todos os sinais e sintomas descritos podem acontecer em todas as mulheres.

Também há outros sinais menos precoces que não foram abordados aqui como os melasmas que podem se desenvolver na gravidez. Sobre melasma, recomendamos a leitura do texto MELASMA: Manchas Escuras na Pele do Rosto.

Gravidez não é doença, mas as alterações que o corpo passa podem impor à mulher uma série de desconfortos e limites.

Alguns sinais e sintomas acontecem somente no início da gestação e outros acompanham ou até pioram durante a gestação, mas são alterações com data para terminar.

Tomar uma vitamina pré-natal se o médico indicar e tomar ácido fólico, necessário para evitar certos defeitos de nascimento.

Beber muito líquido, na medida do possível, para evitar ficar desidratada e alimentar-se com sabedoria.

O importante é reconhecer e respeitar os limites do corpo e manter-se saudável.

Saiba como contar as semanas de gravidez e calcular a data provável do parto neste artigo.

Referências