GRAVIDEZ: Como Contar as Semanas ou Meses

Embora o dia do achegada do bebê seja uma informação "confidencial" e impossível de prever com certeza, é importante ter uma previsão o mais próxima possível da realidade para que a mulher possa organizar os seus compromissos.

Muitas mulheres, no início da gestação, se perguntam: “quantas semanas de gravidez estou?”

Vamos, então, descobrir como contar o tempo de gestação em semanas e meses.

Se quer saber sobre os sintomas precoces da gravidez, clique aqui.

Como calcular quantas semanas de gravidez ?

É muito difícil saber exatamente o dia em que o bebê foi concebido.

Como regra, geralmente dizemos que uma mulher está ovulando cerca de duas semanas após o primeiro dia da última menstruação, e seu óvulo será fertilizado cerca de 24-36 horas após a ovulação.

Na primeira consulta, o médico irá perguntar sobre a última menstruação. Quando começou? Quando terminou? Se foi mais leve do que o normal?

A partir disso, ele pode descobrir se era realmente uma menstruação ou um sangramento de implantação, que acontece algumas mulheres.

Data da última menstruação

gravidez

A maioria dos médicos usa a data da última menstruação como início da gravidez.

No entanto, na realidade, o dia em que seu bebê foi concebido geralmente é duas semanas depois.

Quando se parte do dia da última menstruação de uma mulher, tecnicamente o bebê dela é sempre duas semanas mais novo.

Parece confuso, mas não é. É uma forma de padronizar, já que é difícil dizer exatamente quando a mulher ovulou, e qual dos dias, naquela janela, que ocorreu a concepção.

Claro, se a mulher tem ciclos irregulares ou não sabe a data exata em que ficou menstruada, as coisas podem ficar um pouco mais complicadas.

A maioria das calculadoras da data provável do parto funcionam melhor se a mulher conhece o dia da última menstruação.

Se não for possível calcular a idade da gestação por meio da data da menstruação?

Se isto acontecer, a ultrassongrafia pode ajudar.

A ultrassonografia não faz exatamente um cálculo do tempo de gestação, como se faz com a data da última menstruação. Este exame faz uma estimativa, de acordo com as medidas do embrião.

Aqui abrimos um parênteses: até o terceiro mês de gestação, o bebê é chamado de embrião, depois é chamado de feto.

Quanto mais no início da gestação a ultrassonografia é realizada, mais fiel será a estimativa do tempo de gravidez. O ideal é que seja realizada até, no máximo, a décima terceira semana (primeiro trimestre).

Com o resultado do exame, o médico poderá elaborar uma data provável do parto mais precisa.

Como medir a gravidez em semanas?

A primeira semana é a semana zero, ou seja: a contagem é por semanas completas.

Isto significa que, na sua primeira semana de gravidez, a gestante terá tecnicamente zero semana grávida.

Na sua segunda semana, estará grávida de uma semana.

Na sua terceira semana, estará grávida de 2 semanas e assim por diante.

Então, para não errar: uma gestante, durante a quinta semana incompleta de gravidez, terá 4 semanas completas de gestação.

Como saber em que trimestre a gestante está?

A gravidez é dividida em três trimestres.

O primeiro trimestre será da concepção a 13 semanas e 6 dias.

O segundo trimestre é de 14 a 27 semanas e seis dias.

E o terceiro e último trimestre é a partir de 28 semanas.

Como calcular a data provável do parto?

O bebê poderá nascer entre 37 e 42 semanas de gestação e a data provável do parto é calculada para 40 semanas depois da data da última menstruação.

Um modo fácil é acrescentar 7 dias ao dia da data da última menstruação e, depois, contar 3 meses pra trás, acrescentando o ano seguinte.

Por exemplo: se a data da última menstruação foi 10 de maio de 2017, soma-se 7 dias e o resultado é dia 17. Depois, volta 3 meses a partir de maio de 2017, o que dá fevereiro. Por fim, acrescenta o ano seguinte: 2018.

Assim, para uma data da última menstruação em 10 de maio de 2017, a data provável do parto é 17 de fevereiro de 2018.

Qual a precisão da data provável do parto?

Em duas palavras: não muito.

Por mais correto que seja o cálculo, apenas cerca de 5% dos bebês realmente nascem na data provável do parto, considerando um trabalho de parto a termo (sem data marcada de cesariana).

A maioria dos bebês nascerá entre 37 e 42 semanas de gravidez, então, na verdade, é muito improvável que a gestante dê à luz na data exata que foi prevista.

Então, a mulher, com esses cálculos pode se programar, mas não pode descartar a vontade da Natureza.

Leia sobre os enjoos matinais da gravidez neste artigo.

Referências