ENJOOS MATINAIS na Gravidez: O que Fazer? Como Evitar?

Apesar de extremamente desagradáveis, estes enjoos não representam riscos para o bebê.

Náuseas e vômitos na gravidez, geralmente chamados “enjoos matinais”, são muito comuns no início da gestação, começando entre a quarta e a sexta semana.

Durante os enjoos matinais, algumas mulheres sentem-se doentes.

Algumas mulheres apresentam uma forma mais grave chamada hiperêmese gravídica, que pode ser realmente séria e precisa de tratamento especializado, às vezes com um período no hospital para hidratação venosa.

Embora dito como “matinais”, estes enjoos podem surgir a qualquer hora do dia ou da noite, e algumas mulheres se sentem mal o dia todo.

Provavelmente as mudanças hormonais nas primeiras 12 semanas de gravidez são as principais causas destes sintomas.

Os sintomas devem diminuir à medida que a gravidez avança. Em algumas mulheres, os sintomas desaparecem no fim do terceiro mês de gravidez.

No entanto, algumas mulheres evoluem com náuseas e vômitos por mais tempo do que isso, e cerca de 1 mulher em cada 10 continua a apresentar o problema após a vigésima semana.

Saiba como contar as semanas de gravidez e calcular a data provável do parto neste artigo.

Os enjoos na gravidez são realmente comuns?

Cerca de metade das mulheres grávidas apresentam vômitos, e mais de 80% das mulheres experimentam náuseas nas primeiras 12 semanas.

As pessoas às vezes consideram os enjoos matinais um inconveniente menor da gravidez, mas, para algumas mulheres, pode ter um efeito adverso significativo nas atividades do dia-a-dia e na qualidade de vida.

gravidez enjoo

Tratamentos para os enjoos matinais

Mudança de hábitos

Mudar a alimentação e rotina diária para ajudar a reduzir os sintomas podem ser as primeiras medidas. Outras medidas incluem:

  • Descansar – o cansaço pode piorar a náusea
  • A gestante que se sente mal na primeira hora da manhã, deve dar tempo um para se levantar lentamente. Se possível,  deve comer algo como torrada ou biscoito sem recheio (água e sal, por exemplo) antes de se levantar
  • Beber bastante líquido, como a água, porém ingerir pouca quantidade de cada vez e muitas vezes em vez de grandes quantidades, pois isso pode ajudar a prevenir o vômito
  • Comer refeições pequenas e freqüentes, ricas em carboidratos (como pão, arroz e macarrão) e com pouca gordura – a maioria das mulheres consegue ingerir alimentos salgados, como torradas, bolachas e pãezinhos, melhor do que alimentos doces ou picantes
  • Comer pequenas quantidades de alimentos, muitas vezes em vez de refeições grandes – mas não pare de comer
  • Comer refeições frias ou em temperatura ambiente ao invés de quentes, pois têm aroma mais fraco que as refeições quentes: o cheiro dos alimentos pode gerar náusea
  • Evitar alimentos ou cheiros que causam mal estar.
  • Evitar alimentos gordurosos, que levam mais tempo para digerir, e os muito doces que podem ser enjoativos. Além disso, os alimentos picantes, ácidos e fritos podem irritar o estômago.
  • Escovar os dentes e enxaguar a boca depois de comer.
  • Distrair-se o máximo que puder – a náusea pode piorar quanto mais você pensa nela
  • Vestir roupas confortáveis ​​sem cintura apertada

Medicamentos

Se o enjoo for além de um simples mal estar, a gestante deve procurar o seu médico. Em casos mais sérios pode haver desidratação e perda de peso. 
Nestes casos, o médico pode recomendar um medicamento que seja seguro de usar durante a gravidez.

Este tipo de medicamento é chamado de antiemético. Os antieméticos comumente prescritos não isentos de efeitos colaterais, por isso não devem ser utilizados por conta própria.

Alguns anti-histamínicos, que são medicamentos frequentemente utilizados para tratar alergias, também funcionam como antieméticos.

Vitamina B6 também pode ser útil.

Outros tratamentos

Gengibre e hortelã

gravidez enjoo

Há algumas evidências de que os suplementos de gengibre podem ajudar a reduzir a náusea e o vômito.

Até o momento, não há nenhum relato de efeitos adversos causados ​​pela ingestão de gengibre durante a gravidez.

A hortelã parece ter o mesmo potencial que o gengibre.

Podem ser biscoitos de gengibre, além balas ou chás de gengibre e hortelã (juntos ou separados) para reduzir a náusea.

Acupressão ou pressão na extremidade

Acupressão no punho também pode ser eficaz na redução dos sintomas de náuseas na gravidez.

acupressao gravidez enjoo

Acupressão pode ser feita com uma faixa ou pulseira especial no antebraço ou com o próprio dedo, conforme a figura que mostra o ponto exato.

Pressionar certas partes do corpo pode fazer com que o cérebro libere produtos químicos que ajudam a reduzir a náusea e o vômito.

Não há relatos de efeitos adversos graves causados ​​pelo uso de acupressão durante a gravidez, embora algumas mulheres tenham experimentado adormecimento, dor e inchaço nas mãos, quando exageraram no procedimento.

Aromoterapia

Algumas mulheres acham que aromas como limão, hortelã ou laranja úteis.

Pode ser usado um difusor para dispensar óleo essencial, ou levar uma gota ou duas de um óleo essencial em um lenço para cheirar quando começar a sentir-se enjoada. (Óleos essenciais são muito fortes, então deve-se usar apenas uma ou duas gotas).

Quando consultar um médico para enjoos matinais

Se a gestante está vomitando e não consegue ingerir comida ou mesmo líquidos, pode haver desidratação ou desnutrição.

Sinais de perigo são:

  • Apresentar urina muito escura ou ficar sem urinar por mais de 8 horas
  • Ser incapaz de se alimentar ou ou ingerir líquidos suficientemente por 24 horas
  • Sentir-se extremamente fraca, tonta ou fraca ao ficar de pé
  • Ter dor abdominal 
  • Ter febre de 38 °C ou acima
  • Vomitar sangue

As infecções urinárias também podem causar náuseas e vômitos.

Dor ao urinar ou urinar sangue pode ser infecção urinária.

Fatores de risco para enjoos na gravidez

Uma série de fatores diferentes podem significar uma maior probabilidade de ocorrer náuseas e vômitos na gravidez. Esses incluem:

  • Náuseas e vômitos em uma gravidez anterior
  • Uma história familiar de náuseas e vômitos na gravidez
  • Uma história de enjoo em viagens de carro
  • Uma história de náuseas ao usar anticoncepcionais que contêm estrogênio
  • Obesidade
  • Estresse
  • Gravidezes múltiplas, como gêmeos ou trigêmeos
  • Primeira gravidez

Se a mulher não conseguiu encontrar alívio de sua náusea, deve falar com seu médico sobre o uso de medicação.

Não há necessidade de continuar a sofrer, e esperar muito tempo para tomar medicamentos adequados pode tornar a condição mais difícil de tratar.

Conheça outros sinais e sintomas precoces da gravidez neste texto.

Referências